Buscar
  • WellsCo.

Due Diligence: Por que investir?

Atualizado: 23 de Out de 2018



Due Diligence nada mais é que um processo de investigação de uma oportunidade de negócio no qual são avaliados os riscos de uma possível transação, seja ela de aquisição ou de fusão.


Ao se fazer um Due Dligence se atesta que o negócio tem grande potencial de crescimento e é rentável para o investidor. Mas, por que agora seria um bom momento de empresas investirem neste processo?

A resposta é simples, com a possível retomada do crescimento econômico em 2019, após a definição do cenário político nacional, muitas organizações devem retomar seus projetos de entrada de capital no país e, ter uma avaliação detalhada dos riscos e do potencial de crescimento da organização é primeiro passo para atrair este investidor para uma venda ou até mesmo para uma fusão.


Dentro do processo de Due Diigence são avaliados três cenários cruciais: financeiro, legal e fiscal / tributário, feito por uma consultoria que informa: se o negócio tem um fluxo de caixa saudável, se os livros contábeis dizem claramente de onde vem a receita, projeções financeiras, se a empresa possui ativos físicos, se tem um compliance estruturado, se cumpre com as obrigações tributárias e ainda se está em dia com o pagamento de salários e benefícios aos seus colaboradores.


Ter um processo de Due Diligence atualmente vai além de somente garantir investidores para uma compra ou venda de uma empresa, é uma ferramenta estratégica para futuras decisões e um atestado para investimentos e gerações futuras que vão assumir a organização.


Tem interesse em estruturar um processo de Due Diligence para sua empresa?


Consulte a Wellsco!


Cancelarrabalhamos com a identificação dos passivos e das oportunidades tributárias que impactam no valor do seu negócio. Entre em contato (conosco!

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo