Buscar
  • WellsCo.

eSocial: A urgência de se adequar

Atualizado: 23 de Out de 2018



Desde o início de outubro teve início a segunda onda de implantação do eSocial para empresas com faturamento até R$ 78 milhões em 2016.

O eSocial irá substituir, quando completo, quinze obrigações trabalhistas e previdenciárias:

● Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP);

● Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED);

● Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);

● Livro de Registro de Empregados (LRE);

● Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT);

● Comunicação de Dispensa (CD);

● Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);

● Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP);

● Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF);

● Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF);

● Quadro de Horário de Trabalho (QHT);

● Manual Normativo de Arquivos Digitais (MANAD);

● Folha de pagamento;

● Guia de Recolhimento do FGTS (GRF) e a Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS (GRRF);

● Guia da Previdência Social - GPS.


Um desafio neste começo para se adequar a norma é reunir informações que antes não eram exigidas dos colaboradores e que agora são verdadeiros impeditivos para que seja possível subir as informações no ambiente online.


Além de todo esforço das organizações para reunir as informações faltantes, um desafio ainda maior é adequar toda a área de folha de pagamento e benefícios para um novo processo que se encaixe com as exigências do eSocial. Afinal, tem empresas que estão há meses tentando encaixar seus processos a esta obrigatoriedade. Isto porque as dificuldades são diversas:


● Inconsistências e dados duplicados;

● Grande quantidade de informações exigidas o que eleva custos nas áreas de recursos humanos;

● Multas por atraso na entrega;

● Mudanças constantes no ambiente de entrega nesta fase inicial;

● Falta de informações mais claras do governo em relação ao eSocial e como as empresas devem se preparar.

Diante deste cenário, já passou da hora de as empresas pensarem em processos para lidar com o eSocial. Uma vez que uma nova onda entra em vigor em janeiro de 2019, com multas severas para entregas em atraso.


Ainda tem dúvidas sobre o eSocial?

Entre em contato com a WellsCo. e saiba como podemos ajudar a sua empresa a se adaptar a esta obrigatoriedade!

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo